Amizade

Então, hoje não vou falar sobre beleza – TCHARAM!

Seria tão simples né? “Eu te cativo, tu me cativas”, Pequeno Principe e PÃ, temos um circulo enorme de pessoas maravilhosas que sempre podemos contar, e que guardam nossos segredos como pequenas jóias valiosas que não devem ser mostradas à ninguem.
Eu acredito na amizade, mas hoje em dia é dificil aceitar as pessoas como elas são. E elas são bem ruinzinhas mesmo, não interessa a cor, classe social, sexo, passado, presente, futuro – não interessa MESMO. Em cada casa se vê gente que não presta.
E se vê gente que presta muito, mas acaba se deixando levar pela enorme massa de gente que prefere falar mal, fazer mal, pensar mal e querer mal do que ter um amigo. E isso tem motivos.

Ter um amigo não é fazer um amigo – amigos maravilhosos se perdem quando você menos vê. Ou ficam escondidos esperando a hora de agir milagrosamente na sua vida chata… Mas é muito dificil “ser” um amigo. Você pode ser a pessoa que alguem está precisando no momento, sem ser amigo. Voce pode ser a ultima pessoa que alguem quer ver, e ser seu melhor amigo. Mas o ser amigo é bem complexo: É aceitar o outro, entender, respeitar, cuidar e se trocar quando preciso, sem perder sua identidade. O mundo tá carente de amigos.
Todos temos colegas, conhecidos, mas lembre-se de quantos amigos você tinha quando era criança: 10? 20? 30? Você nem tinha palitinhos pra contar quantos eram? Pois bem – é porque quando se é criança as expectativas são baixas: Você não tem que andar com o mais bonito, nem com o mais popular. Você tem que andar com quem não tem lapis de cor, pro desenho do outro não ficar descolorido. Você não tinha que achar alguem disposto a falar mal das mesmas coisas, você precisava de alguem que salvasse você quando todos te entregavam no pique-esconde.
Não era o máximo? Não ter que se esconder, não ter medo de nada, não desconfiar de ninguem… E rir de tudo!
É assim que eu procuro minhas amizades, da mesma maneira que eu encontrei a Bruna – ela foi a minha heroína do pique-esconde, quando eu já era grandinha demais pra isso. A Bruna é a maior prova de amizade que eu trago na minha vida. Ela me viu alem do que todo mundo via, e me aceitou. E as historias incriveis ficavam mais incriveis e quando eu dormia na casa dela a gente mal podia dormir no meio de tanta gargalhada. 
Hoje eu tenho amigos maravilhosos, um melhor amigo que é meu escudo (embora as vezes precise de uns remendos…) e pessoas lindas que conheci, mas não creio que vá ter outra Bruna.
Porque as pessoas de hoje querem dinheiro, roupas, contatos. Todo mundo diz que precisa de um amigo e despreza quem aparece.
Hoje em dia amizade é uma palavra muito forte pra designar sentimentos muito fracos, vindos de pessoas mesquinhas que jamais seriam a Bruna de alguem… Porque se hoje em dia, até os brinquedos, carros e roupas estão mais frágeis e quebram no primeiro uso, é pra mostrar que a gente virou uma sociedade que diz e compra “pra sempre”, mas troca tudo que quebrou pra dizer que tem um novo modelo.

Image

 

Vamos consertar nosso relacionamento com os velhos amigos! Quantas boas lembranças a gente perde procurando quem se adapte às nossas expectativas…

 

Beijos!
 

Anúncios

3 respostas em “Amizade

    • É Lu, não me espanta que todo mundo se veja tanto assim nesse post, porque cada vez mais lembro de pessoas que disseram “te amo pra sempre” e hoje fingem que nem me viram 😦
      É, resta mudar a gente pra não ficar assim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s